Dia da Tolerância: como trabalhar esse tema com seu filho

16.11.19

Não são poucas as pessoas que demonstram baixa tolerância nas relações interpessoais. Por isso, é preciso auxiliar as crianças a desenvolver essa habilidade

A correria e a pressão do dia a dia vêm transformando muito a forma como as pessoas se relacionam, não é mesmo? Cada vez mais vemos pessoas intolerantes, com pouco respeito ao próximo e com dificuldades de manter um diálogo sem se estressar.

O ideal é que as crianças desde cedo sejam instruídas por pais e professores, visando um amadurecimento dos valores de convivência em sociedade. 

Como falar sobre tolerância com seu filho: 

Respeito em primeiro lugar

O respeito é algo válido em todos os momentos da vida. A infância é o momento em que temos o primeiro contato com pessoas diferentes da gente. Por isso, os pais devem ensinar seus filhos a olhar todas as pessoas como iguais e respeitar suas diferenças.

Além disso, a forma como falamos com as outras pessoas é fundamental para fomentar o respeito. Em uma conversa, por exemplo, mesmo que nos sintamos ofendidos, é necessário manter o respeito e jamais ridicularizar o próximo.

Cabe aos pais ensinarem seus filhos a como conversar com as demais pessoas, como resolver possíveis conflitos e evitar discussões que não irão levar para lugar algum. Conversas constantes, auxílio de psicólogo e alinhamento com os professores e diretores da escola são formas de realizar essa educação. 

Coloque-se no lugar do outro

Uma das maneiras mais eficazes de desenvolver a tolerância é exercitar diariamente a capacidade de lidar com o diferente. Por isso, desde cedo, é essencial que os pais acostumem seus filhos a fazer esse exercício de colocar-se no lugar do outro.

Isso fica muito simples de ser aplicado em uma possível discussão com seu filho. Caso ele diga algo de forma desrespeitosa ou tenha alguma atitude errada, não perca a paciência e/ou revide à mesma altura. Sente-se, converse com ele e o ajude a fazer esse exercício. 

Saiba ouvir!

Se você quer que escutem sua opinião, é necessário saber ouvir a outra pessoa. Mostrar interesse e procurar compreender o que está sendo dito é uma excelente forma de realizar uma conversa respeitosa, sempre prezando pelos sentimentos, ideais e vontades alheias.

É muito comum respondermos uma ideia contrária a nossa com certa grosseria, não é mesmo? Porém, essa atitude é péssima e não condiz com uma postura tolerante. Por isso, ajude seu filho a saber como escutar o próximo e como se portar em possíveis situações contrárias que ele poderá encontrar futuramente.

NEWSLETTER

Assine a newsletter e receba nossas novidades.