Como evitar a birra das crianças na hora do banho?

8.07.19

Entenda por que os pequenos não gostam de tomar banho e o que fazer para resolver esse problema

É sempre assim: uma briga para entrar no banho, mas depois que entra, ninguém quer mais sair! Alguém aí se identifica? Essa é uma queixa muito comum entre papais e mamães, então fique tranquilo, você não está sozinho nessa!

 Diferente dos horários das refeições, nos quais a fome pode ser um motivador, as crianças não sentem muita necessidade de tomar banho, pois têm a impressão de que sempre estão limpinhas ou não se importam tanto com a sujeira. Nesse momento, a criatividade para as desculpas são as mais variadas possíveis, não é mesmo? Até pode aparecer um banho imaginário!

Por que tanta birra?

Me conta aí, quem é que nunca ganhou uns minutinhos a mais na frente da TV quando fingiu que não ouviu a mãe mandando ir para o banho? E os mais espertinhos, que uma vez ou outra conseguiram que os pais acreditassem que realmente já haviam tomado banho!?

Pois é, papais, o problema é que, quando eles ganham os minutinhos a mais vendo TV, eles acabam aperfeiçoando suas técnicas para conseguir o que querem.

Para entender melhor essa recusa em ir para o banho, precisamos olhar para esse comportamento como qualquer outro comportamento de oposição da criança. Vamos pensar em algumas hipóteses? 

Eu tenho algumas: o banho pode estar sinalizando que o dia acabou: depois dele, tem só a lição de casa e a hora de ir para a cama. Além disso, para ir tomar banho, é preciso deixar de fazer o que se está fazendo – algo que, normalmente, está muito divertido, como assistir desenhos, jogar videogame ou brincar – para fazer uma “obrigação”. Por falar em obrigação, precisamos pensar também se eles não reagem da mesma maneira com outra obrigações, como limpar a sujeira do cachorro, guardar os brinquedos, escovar os dentes, etc.

Dicas preciosas!

Eu tenho certeza que você está lendo esse artigo para encontrar alguma solução para esse problema, não é mesmo? Então vamos ao que interessa: eu vou dar algumas dicas que podem funcionar muito bem com os pequenos. Vamos a elas?

  1. Busque entender o porquê deles sempre se recusarem a ir para o banho. Provavelmente seu filho fale isso frequentemente, mas talvez você não esteja dando muita importância. 
  2. Se o motivo for ter que deixar o desenho para ir para o banho, será que não vale a pena vocês repensarem o horário?
  3. Tenha uma rotina definida quanto ao horário do banho. Se você puder dar opção de escolha, pense em 2 ou 3 horários possíveis e pergunte a opinião do seu filho. Depois de definido, porém, não pode mais mudar, ok!? É importante que você se comprometa com isso também.
  4. Vale até pensar em um contratinho por escrito, com a definição do horário e assinado no final por pais e crianças. 
  5. Tente não criar uma guerra na hora de mandá-los para o banho. Aqui vale usar toda a criatividade e propor uma corrida com dinossauros com o destino final na banheira! 
  6. Não se deixe enrolar e não mande mais de duas vezes. Depois de um tempo, seu filho já aprendeu qual é o horário do banho. Vá até a frente da criança, certifique-se de que ela está olhando nos seus olhos e só então fale: “Hora do banho”. Se estiver vendo TV ou brincando, desligue a tv ou tire o brinquedo.
  7. Você pode também criar um daqueles cartazes com regras na tentativa da criança tomar a iniciativa de ir para o banho sozinha, para depois colar um adesivo com carinha feliz no lugar correspondente. Se acontecer dela ir sozinha, não deixe de reforçar MUITO esse comportamento para que ela queira repetir. 
  8. Se vocês tiverem uma atividade prazerosa depois do banho, a chance deles irem sem reclamar é muito maior! Pense em algo que eles gostam muito e faça depois do banho! 

E na hora de sair? Quem é que não adora um banho quentinho depois de um longo dia, principalmente no inverno? Mas assim como é importante tomar banho, também é preciso ter regras sobre a sua duração. Explique o porquê de não poder ficar com o chuveiro ligado por muito tempo e quando der o tempo, desligue. Se vocês tiverem uma brincadeira divertida depois do banho, eles vão querer correr para brincar!

Se a recusa e oposição ocorrer apenas na hora do banho, essas dicas podem ajudar. Mas se a criança está se opondo na maior parte das suas obrigações e se as birras estiverem muito frequentes, vale a pena buscar ajuda profissional. . 

Vamos colocar essas dicas em prática? Depois me contem se funcionou!

Beijinhos!

NEWSLETTER

Assine a newsletter e receba nossas novidades.